A Política em Estado Vivo – Uma Visão Crítica das Práticas Políticas

Interrogar a política em estado vivo significa pensar as políticas a partir das práticas e sem recorrer unicamente ao que decorre do texto oficial ou da redução dos comportamentos políticos a modelos puros. De um colectivo variado de cientistas sociais – do Portugal do Estado Novo ao Portugal contemporâneo, da União Soviética aos movimentos sociais argentinos, do sindicalismo em França até à Alemanha nacional-socialista –, com horizontes de questionamento distintos, foi possível reunir um conjunto de textos que se define pela recusa das explicações intelectualistas da política. Reconhecendo a especificidade deste universo, estes autores procuram reconstruir o sistema de relações de poder que interliga os indivíduos que “fizeram política” em diferentes épocas, interpretando a espessura dos seus actos, posturas e sentimentos. Ao fazê-lo olham para além dos relatos sobre personalidades exemplares e acontecimentos extraordinários, contribuindo para uma redefinição das regras que presidem à construção do objecto político.

Organização: Virgílio Borges Pereira e Bruno Monteiro

Autores: Alf Lüdtke, Bruno Monteiro, Fátima Patriarca, Franck Poupeau, Javier Auyero, João Queirós, Julian Mischi, Sheila Fitzpatrick e Virgílio Borges Pereira

Edição: Edições 70 e Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa

ISBN: 9789724417622

2013 | Preço: 8€ (10% de desconto para assinantes)

Anúncios